transferir.jpg

SESSÃO PÚBLICA NO INFARMED INTITULADA "MITOS QUE ALIMENTAM O ATAQUE AO SNS. A VERDADE E A SOLUÇÃO", NO DIA 14/7/22 COM A PRESENÇA DA MINISTRA DA SAÚDE

No passado dia 14 de Julho, a PLATAFORMA SALVAR O SNS, na qual se integra o grupo ESTAMOS DO LADO DA SOLUÇÃO, realizou uma sessão pública no INFARMED, que decorreu das 18h às 21h.

A sessão abriu com uma intervenção do Prof. Correia de Campos, que realçou as vantagens dos serviços públicos sobre os privados.

Seguiu-se uma intervenção do jornalista Pedro Tadeu, que fez a análise daquilo a que se poderão chamar mitos na comunicação social, exemplificando com números apresentados na mesma publicação, em tempos diferentes, tão diversos como 4, 14 ou 41%, referentes ao peso da despesa pública em saúde, com prestadores privados. Destacou também que a designação de ideológico é de facto verdadeira, mas é binária, tanto se adequando a um lado como a outro das ideologias. A Ministra da Saúde, Marta Temido, falou em seguida, destacando, com base na intervenção anterior, como é difícil explicar as dificuldades sentidas na Saúde. Acentuou também como estas dificuldades são complexas, notando no entanto, que com as medidas tomadas recentemente e com o Estatuto do SNS se poderão começar a resolver alguns problemas, entre eles o reconhecimento do trabalho profissional.

Falou em seguida o neurointensivista Bruno Maia, dos Hospitais de Lisboa Central, que expôs o quadro dos profissionais, da perda de poder de compra, da estagnação das carreiras e da falta de motivação (exposição anexa para quem queira ver mais).

A intervenção seguinte foi da médica dentista Teresa Gago, que leu uma intervenção sobre o carácter público e universal do Serviço Nacional de Saúde.

Finalmente decorreu uma Mesa Redonda dirigida pela jornalista Marta Reis que dialogou com os médicos Victor Ramos da Fundação para a Saúde, Filipe Froes, do Hospital Pulido Valente, Jaime Mendes presidente da AMPDS e André Almeida, especialista de Medicina Interna dos Hospitais de Lisboa Central. Seguiram-se algumas intervenções da plateia.

Anunciou-se a continuação destas sessões para Setembro/Outubro.

Para aceder à sessão, clique aqui

Para aceder à comunicação de Bruno Maia, clique aqui e aqui